Moeda solidária

Para facilitar a troca de serviços e produtos no Tibá, propõe-se a criação de uma "moeda solidária". Esta moeda é uma conta corrente que cada tibapora terá, sem necessidade de representação em "papel moeda". O valor dos serviços e produtos serão acordados entre as partes, que autorizarão assim um débito na conta de quem recebe e um crédito na conta do prestador.
Se um tibapora precisar de ajuda, por exemplo, para re-telhar sua casa, ele poderá acertar um valor com outros tibaporas. Se todos prestarem serviços a todos, haverá apenas um pequeno saldo para cada um. Todavia, é importante que haja liquidez (capacidade de pagamento) do saldo, que poderá ser quitado periodicamente para todos.
Este sistema também poderá ser empregado para os produtos e serviços dos grupos de trabalho. O restaurante comunitário poderá comprar assim víveres de quem os produzir, e horta comunitária poderá contratar pessoas para as colheitas e as pessoas poderão alugar seu quarto de visitas para receber um estagiário que trabalhará no reflorestamento de uma área, por exemplo. Da mesma forma pode-se fazer o rateio dos custos da marcenaria entre seus usuários.
Este sistema não deve, de forma alguma, inibir as trocas realizadas entre amigos, nas quais não há valor estipulado. Serve, entretanto, para incentivar a participação de todos nas trocas, de ninguém só receba ou só faça favores.